31.8.10

nunca mais

nunca mais te lembres que eu existo .|.

Nenhum comentário: